10
Fev 10

Que linda falua - o jogo e a canção

Que linda falua,
que lá vem, lá vem,
é uma falua,
que vem de Belém.

Eu peço ao Senhor Barqueiro
que me deixe passar,
tenho filhos pequeninos
não os posso sustentar.

Passará, não passará,
algum deles ficará,
se não for a mãe à frente,
é o filho lá de trás.

 

O Jogo da Linda Falua

Podem participar vários jogadores.
Para jogar é necessário um terreno amplo e sem obstáculos, para evitar acidentes.
Duas das crianças (os líderes) ficam à parte e escolhem, sem que as outras crianças ouçam, uma palavra para si; pode ser o nome de um animal, de um fruto ou planta, de um país ou de outra coisa familiar a todos os jogadores. Estes dois jogadores dão as mãos e elevam-nas, formando um arco.
Os restantes meninos fazem uma fila e dirigem-se para o arco cantando a canção.
Quando passam por baixo do arco, fica lá a última criança da fila. As crianças que formam o arco dizem à que ficou retida para escolher uma das palavras que elas escolheram para si. Esta criança coloca-se atrás do líder que tiver o nome que ela escolheu.
Quando todas as crianças estiverem atrás dos elementos do arco, formam-se dois grupos.
De seguida faz-se um risco no chão, a dividir os grupos. Todos dão as mãos, ficando os líderesde cada um dos grupos de mãos dadas sobre a linha separadora. A um sinal, todas as crianças puxam na direcção do seu grupo.
Ganha grupo que, puxando pelo outro, os faça ultrapassar o risco.

publicado por D. às 21:31 | comentar | favorito | partilhar
03
Fev 10

Os Jogos Tradicionais (3) - O Rei Manda

Para recordarmos mais um jogo tradicional da nossa infância.

Jogadores: 6 ou + crianças

Local: De preferência com parede ou muro, mas estes podem ser substituídos por um risco desenhado no chão.

 

Como jogar:

Sorteia-se a criança que será o Rei, que se deve colocar de costas para a parede. As outras crianças colocam-se lado a lado a uma distância grande do muro (cerca de 10 m).

O rei deve dar ordens de movimentação variadas que as outras crianças devem cumprir, tentando aproximar-se da parede onde está o Rei. Quem a alcançar primeiro será o novo rei.

As ordens devem começar por: "O Rei manda...", por exemplo: " Dois passos de gigante, um dois saltos a pé juntos para o lado, rodopiar, 3 saltos ao pé coxinh, etc." As ordens do Rei não devem ser intencionalmente impedir os outro jogadores de atingir o objectivo.

 

É um bom jogo para experimentar num piquenique em família.

 

Divirtam-se!!!

publicado por D. às 23:34 | comentar | favorito | partilhar
08
Out 09

Os Jogos Tradicionais (2) - A mamã dá licença?

Mais um jogo que adorava (do mesmo site):

Jogam seis ou mais crianças, num espaço que tenha parede ou muro, embora estes possam ser substituídos por um risco no solo. As crianças dispõem-se sobre um risco, umas ao lado das outras. Uma, a mãe, fica colocada de frente para as outras crianças, a uma distância de dez ou mais metros. A mãe fica de costas para a parede ou muro.

Uma criança de cada vez vai perguntando à mãe:

- “A mamã dá licença?”

- “Dou”.

- “Quantos passos me dás?”

- “Cinco à bebé.”

- ”Mas dá mesmo?”

- ”Sim.”

Então a criança avança, dando cinco passos muito pequeninos, pois neste exemplo, dá passos “à bebé”.

Em seguida, pergunta outra criança e assim sucessivamente. Ganha o primeiro a chegar ao pé da mãe, tomando o seu lugar e recomeçando o jogo. De referir que, após a ordem dada pela mãe, a outra criança deve confirmá-la antes de a executar (“Mas dá mesmo?”), sob pena de regressar ao ponto de início.

As respostas da mãe (ordens), podem ser muito variadas: passos à gigante (grandes), à caranguejo (para trás), à cavalinho (saltitantes), à tesoura (abertura lateral dos membros inferiores), etc.

 

http://www.prof2000.pt/users/cfpoa/jogosinfantis/

 

publicado por D. às 22:50 | comentar | favorito | partilhar

Os Jogos Tradicionais - O Macaquinho do Chinês

Era um dos meus jogos favoritos. Jogava-o muitas vezes com a minha irmã e com as minhas primas. Encontrei na Internet um site que o descreve da seguinte forma:

 

Jogam oito ou mais crianças, num espaço que tenha parede ou muro, embora estes possam ser substituídos por um risco desenhado no chão.

 

Uma criança, o “macaquinho chinês, posiciona-se junto ao muro, virada para a parede, e de costas para as outras, que estão colocadas lado a lado, a cerca de dez metros ou mais.

O macaquinho chinês bate com as mãos na parede dizendo: “Um, dois, três, macaquinho chinês”.

 

Enquanto este diz a frase, os outros avançam na direcção da parede. Mal o macaquinho chinês termina a frase volta-se imediatamente para os outros, tentando ver alguém a mexer-se. Quem for visto a mexer-se volta para trás até à linha de partida. Assim, as crianças só podem avançar quando o macaquinho chinês diz a frase, pois ele pode fingir voltar-se para a parede e olhar para trás, a ver se apanha alguém a mexer-se.

 

A primeira criança que chegar à parede será o próximo macaquinho chinês.

 

Noutra variante, quando o macaquinho chinês se vira para as outras crianças e estas se encontram estáticas, faz cócegas a duas delas (escolhidas ao acaso), tentando que estas se mexam e obrigando-as assim, a regressarem para a linha de partida.

 

http://www.prof2000.pt/users/cfpoa/jogosinfantis/

 

publicado por D. às 22:44 | comentar | favorito | partilhar